sexta-feira, agosto 31, 2007

NESTE SÁBADO








JAZZ MADE IN BRAZIL

Black Rio, Azymuth, Bebel Gilberto e Ed Motta dão um sabor todo brasileiro ao programa deste sábado. Tem até um dupla francesa, Tom & Joyce, que cantam em português. Todos estes sons combinados ao groove inconfundível do Jazzmasters. Não perca!

1.The Rebirth - Everybody say yeah
2.Black Rio - Maria Fumaça
3.Markus Enochson feat Jocelyn Mathiue - Tonight the night
4.Bebel Gilberto - River Song
5.Tom & Joyce - Vai minha tristeza
6.Jeferson feat Meriem Serbah - Nobody but him
7.Azymuth - Dear Limmertz
8.Root Soul feat Vanessa Freeman/Mike Pato - Spirit of love
9.Mj Cole feat Laura Vane - Waterlight
10.5 A.M. - Salvation Street
11.The Chi-Lites - Try my side
12.Ed Motta - Lustres e Pingentes

Grande abraço e um ótimo fim de semana.
Paulo Mai e Sérgio Scarpelli

--------------
Destaques do site: As melhores dicas de Cds, entrevistas exclusivas e matérias que transpiram música. Acesse www.jazzmasters.com.br
--------------


Eldorado FM - 92,9 São Paulo-SP
Sábados, às 20h
De segunda à sexta - 2 edições diárias, 10h35/14h35

Transamérica Light FM - Curitiba-PR 95,1 - Estrela-RS 102,9 -
Rosário do Sul-RS 97.9
Sábado, às 21h

Litoral FM - 91,9 Santos e Litoral Sul
Sábado, 21h e Quinta, às 21h

Beira Mar FM - 102,7 São Sebastião - 101,5 Ubatuba
Domingos e quartas, às 20h

Calypso FM - 106,7 Fortaleza-CE
Todos os sábados, às 19h

UM LIVRO DE DRUCKER

A PROFISSÃO DE ADMINISTRADOR



Na próxima segunda-feira estarei publicando aqui no Blog P&M a compilação de um dos melhores livros de Drucker sobre administração.

Será uma texto longo, a compilação de um livro de 187 páginas em apenas 18 páginas mas, vale a pena a leitura deste que é o GURU da Gestão, Marketing e Administração.

Não Perca.

CONHEÇA PETER DRUCKER

O GURU DA ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE EMPRESAS

Peter Ferdinand Drucker, falecido aos 95 anos, em Novembro de 2005, foi um homem de sete ofícios: economista, analista financeiro, jornalista, conferencista, consultor, autor e professor. Em todas estas profissões, viveu sempre de modo simples, sem secretária, batendo as próprias cartas numa máquina de escrever.

Foi igualmente um homem marcado pela influência de várias culturas. Nasceu na Áustria (onde permaneceu até à adolescência), fez os estudos na Alemanha (até ao regime nazi ter chegado ao poder) e trabalhou na City londrina (até casar com a sua companheira de sempre, Doris Drucker). O casal emigrou para os Estados Unidos, quando Drucker tinha apenas 26 anos. Neste país sempre foi considerado o grande embaixador da tradição intelectual europeia. Enquanto a saúde o permitiu, tentava viajar todos os anos para a Ásia, em particular para o Japão – país cuja cultura sempre o fascinou e onde ainda hoje tem a maior legião de fãs.

Apesar de sempre ter odiado o rótulo de “guru” (que associava a charlatanismo), existe uma grande unanimidade entre o meio académico e empresarial sobre o facto de não existir outra pessoa no mundo que mereça ostentar tal título. Afinal foi quem inventou a Gestão como disciplina e definiu as funções do gestor moderno. Foi um dos raros pensadores que se pode gabar de ter mudado o mundo com as suas ideias ao inventar conceitos como as (re)privatizações, a gestão por objectivos ou a descentralização nas empresas.

O maior legado de Drucker está, porém, na sua capacidade de interpretar o presente e de perceber as suas implicações para o futuro. Drucker tinha a capacidade de vislumbrar as tendências que irão produzir mudanças na sociedade, na economia e nas empresas. A ele se deve o diagnóstico de "descontinuidades" como a ascensão dos fundos de pensões no capital das empresas cotadas ou a emergência dos trabalhadores do conhecimento. Foi o primeiro a alertar que os trabalhadores são os donos do activo (o conhecimento) mais precioso da sociedade actual que ele apelidou de “pós-capitalista”.

Acima de tudo, tornou a Gestão uma disciplina séria e respeitada, e acessível a milhões de pessoas.

Na sua visão, a Gestão é uma disciplina prática e humanista. É uma "arte" que se alimenta de ciências como a Economia, Psicologia, História, Matemática, Teoria Política e Filosofia. E é também uma prática – como a Medicina – no sentido em que não interessa se o tratamento é, ou não, científico, mas sim se cura o doente.

No seu entender, a gestão é fundamentalmente uma ciência social que lida com pessoas e cujo âmbito não se confina ao mundo empresarial (por isso, o autor dedicou vários livros ao mundo das organizações sem fins lucrativos). Apesar de todas estas contribuições, Peter Drucker, com a sua proverbial modéstia, recusava o título de ‘pai’ do Management (título que, apesar disso, se manteve nesta obra em sua homenagem).

HUMOR NO RÁDIO


RÁDIO CAMANDUCAIA


Certamente quem tem mais de 40 anos, vive em São Paulo como eu e gosta de futebol acompanhou durante anos, após as transmissões de partidas de futebol o chamado 3o Tempo.

Vou avivar um pouco mais sua memória.

Lembra do Show de Rádio, com Sangirardi e Serginho Leite entre outros?

Pois é, após cada partida de um dos 4 grandes times de São Paulo começava a sessão de bom humor e quando entrava no ar a Rádio Camanducaia, uma emissora fictícia do interior com seu aclamado locutor Alberto Jr, não havia nem entre os torcedores do time derrotado quem não se deleita-se com as charges e piadas sempre num tom típico das rádios de cidadezinhas pequenas onde tudo e todos giravam em torno da Praça da Matriz.

Odayr Baptista, um desses caras de raro talento é o criador da Rádio Camanducaia.

Vale a pena você visitar o site e matar a saudade daquela cidadezinha e seus lugares típicos, Alberto Jr irá ajudar a você a conhecer o que de melhor a cidade oferece com os reclames de cada lojinha em volta da Praça da Matriz.

http://www.radiocamanducaia.com.br/br/home/home.html

Divirta-se!

quinta-feira, agosto 30, 2007

ANTENA 1 FM AO VIVO

24 HORAS NO AR AQUI NO BLOG


Além de você ficar por dentro do mundo da propaganda e do marketing agora aqui no Blog você tem o melhor da programação da Rádio Antena 1 de São Paulo - FM 94,7 MHz.

Ao vivo e 24 horas no ar.

O melhor da World Music e ainda a programação exclusiva que só a Antena 1 tem.

Divirta-se e curta um bom som!

quarta-feira, agosto 29, 2007

ARTIGO DE DIOGO MAINARDI

LULA DA AZAR

Lula foi a Nova York e resolveu o problema da fome no mundo. Muito bem, presidente. Em compensação, temo pelo que possa acontecer, de agora em diante, a Nova York. Se eu fosse o prefeito da cidade, decretaria urgentemente o estado de alerta. Uma catástrofe irá se abater sobre seus habitantes. Talvez seja uma canalhice revelar esse fato, mas Lula (toc-toc-toc) dá azar. Com assombrosa regularidade, desastres naturais acompanham a passagem de sua comitiva presidencial.

Veja só: em agosto, Lula (toc-toc-toc) visitou a República Dominicana e o Haiti. Em seguida, os dois países foram devastados pelo furacão Jeanne, que causou centenas de mortes. Em julho, o presidente passou por Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. Poucas semanas depois, a região foi assolada por um incêndio florestal de grandes proporções. Ainda em julho, Lula (toc-toc-toc) viajou para Cabo Verde e Guiné-Bissau. Assim que ele foi embora, surgiram os primeiros sinais de uma gigantesca infestação de gafanhotos naquela parte da África. Em maio, o presidente foi à China. Nos dois meses seguintes, tufões castigaram o país, provocando mais de 600 mortes. Tempestades, chamas, mares de sangue e gafanhotos: não pretendo fazer ilações injuriosas, mas tudo lembra os flagelos do Apocalipse, com o angélico Luiz Gushiken a cargo das sete trombetas.

O último episódio dessa impressionante série de desastres naturais foi a enchente na continuação da Radial Leste, em São Paulo, um dia depois de oficialmente inaugurada por Lula (toc-toc-toc). Na ocasião, apesar de estar em viagem oficial paga pelos contribuintes, o presidente pediu votos para Marta Suplicy, candidata à reeleição em São Paulo. Considerando o rastro de destruição que costuma acompanhá-lo, a prefeita deve estar batendo na madeira. Quem deu o melhor argumento para votar contra Marta Suplicy foi a própria Marta Suplicy. Ela disse que sua eventual derrota teria o efeito de desencadear a corrida presidencial. Um dos aspectos mais deletérios do petismo é a falta de pudor no uso da máquina pública, como na inauguração da Radial Leste ou, pior ainda, na cooptação de parlamentares de outros partidos por meio de verbas e cargos. Uma derrota na prefeitura de São Paulo criaria a perspectiva de uma derrota de Lula (toc-toc-toc) nas próximas eleições presidenciais, enfraquecendo o governo e dando um pouco mais de coragem a quem tem o dever de denunciar os abusos do poder central, como magistrados e jornalistas.

O maior responsável pela desenvoltura de Lula (toc-toc-toc) é Fernando Henrique Cardoso (toc-toc-toc). A emenda constitucional que permitiu sua reeleição foi o mais profundo retrocesso democrático, desde os tempos da ditadura. No Brasil, o Estado controla mais de metade da economia. Isso dá aos governantes demasiado poder de barganha. A possibilidade de permanecer no cargo por oito anos os torna praticamente incontrastáveis. Sempre que se fala em reforma política, a principal preocupação de deputados e senadores é tomar nosso dinheiro e aumentar o financiamento público aos partidos. O primeiro ponto de uma reforma política deve ser outro: o fim da reeleição.

* artigo publicado na VEJA Online em 29/08

PRODUTORA DE CURITIBA CONTRATA

NOVO ATENDIMENTO NA AUDIOAna Lúcia Campos é o novo atendimento da produtora D/Áudio.

Graduada em Publicidade e Propaganda, a profissional tem experiência na área de vendas, já atuou em outra produtora de áudio e passa a ser a nova frente da produtora do comediante Diogo Portugal, comandada por
Fabio Lavalle.

Para saber mais, acesse www.daudio.com.br.

terça-feira, agosto 28, 2007

VOCÊ CURTE JAZZ DE QUALIDADE?

JAZZMASTERS É O QUE VOCÊ PRECISA!

Um site diferenciado.

Jazz do mais alto nível.

Programação ao vivo em várias rádios espalhadas pelo Brasil.

Playlists com músicas exclusivamente selecionadas para quem tem bom gosto como você.

Visite agora mesmo:

clique aqui>>>>>>> http://www.jazzmasters.com.br

SITE RÁDIO AGÊNCIA


PUBLICIDADE E RÁDIO NA INTERNET COM QUALIDADE

Aqui vai uma dica pra você que curte publicidade e é fã do meio rádio.

O Rádio Agência tem como proposta informar sobre as mais recentes novidades do mundo da propaganda e também divulgar aquilo que de melhor está acontecendo no Rádio brasileiro.

Faça do Rádio Agência uma leitura diária e você estará sempre atualizado com um conteúdo informativo de alta qualidade.

Dicas de programação nas rádios de várias cidades brasileiras, shows e muita informação, este é o Rádio Agência.

* clique agora>>>> http://www.radioagencia.com.br/index.php

segunda-feira, agosto 27, 2007

BLOG P&M NA MÍDIA


É com muito orgulho que comunico a todos os amigos e leitores deste Blog que pela terceira vez um de meus artigos foi publicado no Observatório da Imprensa.

http://observatorio.ultimosegundo.ig.com.br/artigos.asp?cod=447OPP001


Agradeço ao consagrado jornalista Alberto Dines pelas publicações de meus artigos no OI.

A partir de hoje o OI passa a ter um link direto aqui no Blog P&M, é uma leitura obrigatória para todos os que são críticos e gostam de qualidade no conteúdo da informação.

Pra quem ainda não conhece o OI aqui vai um breve release:

O Observatório da Imprensa é uma iniciativa do Projor – Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo e projeto original do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). É um veículo jornalístico focado na crítica da mídia, com presença regular na internet desde abril de 1996 (veja aqui a edição nº 1).

Nascido como site na web, em maio de 1998 o Observatório da Imprensa ganhou uma versão televisiva, produzida pela TVE do Rio de Janeiro e TV Cultura de São Paulo, e transmitida semanalmente pela Rede Pública de Televisão (confira a grade horária no site do programa).

Em maio de 2005, o Observatório da Imprensa chegou ao rádio, com um programa diário transmitido pela rádio Cultura FM de São Paulo, rádios MEC AM e FM do Rio de Janeiro, e rádios Nacional AM e FM de Brasília. Os áudios dos programas, na forma de um blog, estão disponíveis no site do OI.

E-BOOK GRÁTIS


APRENDA A SER UM GRANDE LÍDER

Estou disponiblizando esta semana um excelente livro sobre marketing pessoal.

Como se tornar um líder - de CHRISTIAN H. GODEFROY

Um ferramenta pra lá de útil para você se desenvolver profissionalmente e crescer na carreira.

Solicite agora mesmo pelo e-mail:

blogpropaganda_marketing@superig.com.br

Você receberá este e-book em arquivo .pdf que facilitará muito o prazer da sua leitura.

Divirta-se.

PROMOÇÃO DE VENDAS


UM HISTORINHA BEM PRÁTICA

Constituída há pouco mais de dois anos, a loja de confecções da Dona Cida já possuía uma boa clientela, porém ela acreditava que ainda poderia crescer bastante. Assim, tinha na prateleira produtos em variedade e quantidade suficientes para atender a uma demanda muito maior do que a atual.

Prova disto era a significativa sobra de estoque de alguns produtos ou coleções, fato que incentivou a empresária a buscar mais informações sobre marketing e vendas.

O problema da Dona Cida resume-se em aumentar as vendas de sua loja e ao mesmo tempo, acabar com alguns estoques indesejáveis.

Para aumentar as vendas, ela precisa basicamente fazer com que os clientes atuais comprem mais ou trazer novos clientes para a loja.

Nos dois casos, fica evidente que ela terá que oferecer mais benefícios do que proporciona hoje e, ao mesmo tempo, melhorar a comunicação com o seu mercado consumidor.

Considerando a situação apresentada acima, a ferramenta de marketingmais adequada para a Dona Cida é a Promoção de Vendas.

Ofereça uma vantagem ou um desconto aos clientes que fizerem aniversário no mês ou na semana ou mesmo no dia em que estão aniversariando.

Ofereça preços ou condições especiais por ocasião do aniversário de sua loja. Promova a semana, a quinzena ou o mês. Faça isso somente uma vez por ano.

O que é promoção de vendas e para que serve?

Promoção de Vendas pode ser definida como um conjunto de métodos e recursos que visam aumentar o volume de vendas de um produto ou serviço durante
um período de tempo determinado.

Ela está praticamente ao alcance de qualquer empresa, independentemente do ramo de atividade, porte ou localização geográfica, pois na maioria dos casos não depende de grandes investimentos.

Para aumentar o nível de vendas, a promoção deve proporcionar ao consumidor um benefício
concreto, sensibilizando-o naquele momento. Portanto, não se deve prolongar uma campanha
por muito tempo, pois o benefício adicional pode incorporar-se ao produto ou serviço, reduzindo o impacto e os resultados da ação promocional.

O que determina o sucesso de uma promoção de vendas?

Uma série de fatores internos e externos determina o sucesso ou o fracasso de uma ação promocional.

Os fatores externos, como por exemplo, a resposta da concorrência ou fortes mudanças na economia local ou do país, muitas vezes estão fora do controle da empresa.

Assim, devemos concentrar esforços no que podemos atuar.

Na compra de um determinado artigo, você oferece outro como brinde ao cliente.

Por exemplo: um cliente compra uma camisa e ganha um lenço. Compra uma TV e ganha uma antena. Compra uma refeição e ganha um refrigerante etc.

Ofereça vantagens para incentivar seus clientes a trazerem amigos para comprar na sua loja - Campanha Amigo indica amigo.

Planejando uma promoção de vendas

Um bom planejamento e o acompanhamento dos resultados durante a ação promocional é de
grande importância, mas por onde começamos?

O primeiro passo é a determinação dos alvos a serem atingidos através da promoção. Estes alvos podem ser estabelecidos em relação ao público, produtos, volumes, região geográfica abrangida (bairro, cidade, região) etc.

Por exemplo, a promoção poderá ser feita para incentivar a venda de determinado tipo de produto, ou ser direcionada para determinado perfil de clientes ou região.

O objetivo principal da promoção de vendas é aumentar o nível de faturamento da empresa.

Mas isto não quer dizer que não possa atender a outras necessidades do negócio, como atualizar/ampliar o cadastro de clientes, pesquisar aspectos importantes sobre o consumo dos
produtos, demonstrar como usálos, testar lançamentos etc.

Desta forma, uma boa promoção une alvos primários, como faturamento e participação de mercado, com alvos secundários, ampliando as bases de dados sobre os consumidores, fixando a marca e desenvolvendo um bom relacionamento empresa-cliente etc.

Procure fazer acordo com seus principais fornecedores para obter apoio em promoções cooperadas e vantagens adicionais para seus clientes.

Definidos os alvos, o passo seguinte é analisar qual é o tipo de promoção mais adequada para aquele público, região e canal de distribuição.

As técnicas promocionais são bastante variadas e dependem apenas da criatividade do empresário em criar novas alternativas. As mais usadas são: descontos ou prazos especiais, valebrindes, sorteios, jogos etc.

O que muda de uma técnica para outra são sempre os benefícios de motivação e a forma do cliente conquistá-lo.

Uma vez escolhida a técnica, deve-se criar a mecânica da promoção, ou seja, o que o cliente precisa fazer para conquistar o benefício adicional.

Ela deve ser a mais clara e simples possível, evitando formatos complicados que exijam interação do cliente com várias áreas da empresa ou com terceiros.

Determinada a mecânica e o período de realização da promoção, a empresa deve verificar, junto
ao ministério público, se ela agride alguma lei ou se é necessário tomar alguma medida preventiva.

Uma boa referência é a portaria 628/96 do Ministério da Justiça, além de todo o código de defesa do consumidor.

Depois de obtida a aprovação da justiça (quando necessária), devese verificar os recursos financeiros, operacionais e humanos para a sua realização.

Não se esqueça de contatar os fornecedores e os parceiros de seu negócio para
envolvê-los na ação.

Toda promoção deve ser comunicada ao público-alvo. Para isso, estabeleça as formas de comunicação, ou então contrate empresas que possuam experiência na criação e veiculação de campanhas para o perfil do seu público e de seu mercado, utilizando os diversos meios de comunicação disponíveis, desde os tradicionais até os alternativos, como por exemplo, a distribuição de panfletos ou uso de carros de som (nas cidades onde este tipo de divulgação
é permitido).

Observe que o mais importante meio de comunicação da Promoção de Vendas é a própria loja,
portanto se tiver pouca disponibilidade para investir concentre os gastos na comunicação interna e na fachada do estabelecimento.

Neste caso não deixe de colocar cartazes, faixas, banners e displays. Se a técnica escolhida for um sorteio, coloque bem à vista o prêmio e a urna onde os participantes devem colocar os cupons.

Antes do lançamento da promoção, não se esqueça de criar uma forma de controlar e acompanhar os resultados.

Estas informações serão valiosas para a tomada de decisões no futuro.

Veja a seguir um resumo desde o planejamento até a execução da PROMOÇÃO DE VENDAS.

Promoção passo-a-passo
• análise da situação atual (faturamento, preços, concorrência, conjunturas);
• determinação dos alvos;
• escolha da técnica promocional;
• definição do período de realização, canais de distribuição, área geográfica;
• elaboração da mecânica;
• verificação da viabilidade jurídica;
• alocação de recursos econômicos, financeiros, humanos e logísticos;
• desenvolvimento da forma de comunicação (peças, materiais, meios etc);
• treinamento das equipes internas e externas;
• determinação dos instrumentos de medição e dos parâmetros de avaliação;
• lançamento.

Investimentos

A regra “quanto maior o investimento melhor é o retorno” não é tão verdadeira quando se trata
de promoção de vendas.

Muitas promoções caríssimas não obtiveram sucesso, devido à sua complexidade ou à falta de adequação com a cultura local.

Por outro lado, a simplicidade e a perfeita sintonia com as motivações comuns do
público sempre estão presentes nas promoções vencedoras.

Problemas mais freqüentes nas promoções

• mecânica complicada;
• muitas exigências para participação;
• comunicação falha: mensagem, meios de comunicação ou freqüência insuficiente;
• benefício pouco atrativo;
• falta de sintonia com as motivações do público-alvo;
• duração muito longa;
• descontos pequenos demais;
• sorteios pouco confiáveis;
• uso de fórmulas já saturadas;
• pouca ou nenhuma inovação ou criatividade.

Embora a criatividade e o pioneirismo sejam difíceis de dimensionar, são fatores que afetam diretamente os resultados das ações promocionais.

Colocando em Prática

No caso da Dona Cida, por se tratar de uma loja de confecções de roupa jovem, muito sensível às mudanças na moda, ela optou por desenvolver um planejamento de promoções baseado no tempo de estoque da coleção ou peça de roupa.

Trocando em miúdos, ela passou a medir o tempo que demorava para girar uma mercadoria em seu estoque: aquilo que ficava parado mais do que 45 dias e não se tratava de roupas clássicas (como uma camiseta ou camisa branca de linhas sóbrias) ela colocava em promoção; se mesmo assim não vendesse ela aumentava o benefício (o desconto, por exemplo) e tratava de liquidar aquele produto, sempre tomando o cuidado de não deixar a promoção ultrapassar os quinze dias ou repetir a mesma técnica promocional duas vezes seguidas.

Quando tinha muito estoque do mesmo produto usava, por exemplo, o pague dois e leve três, quando o estoque era mais diversificado dava desconto ou montava kits com dois ou três produtos que combinavam entre si (calça, blusa e acessório).

Desta forma, Dona Cida deu um novo ânimo aos seus clientes, incentivando indiretamente a divulgação boca-a-boca, o que, aliada à comunicação na fachada, trouxe novos clientes que, apesar de passarem sempre na sua rua, nunca tinham entrado na loja.

Um outro caso que serve de exemplo é o de um lava-rápido de shopping, que percebeu que em sua cidade só se falava em lojas de R$1,99.

O conceito ainda não tinha se espalhado pelas demais atividades do comércio quando ele lançou a lavagem externa ultra rápida e econômica ao preço de R$1,99.

Seu movimento mensal teve um incremento de 80 carros lavados, mas o resultado mais interessante é que, destes automóveis, apenas 5 foram lavados pelo preço mínimo.

Os outros acabavam escolhendo um serviço mais completo, de R$5,00 ou até R$20,00.

Veja que não havia inovação na venda por R$1,99, os bons resultados ocorreram principalmente pelo fato dele ter sido o primeiro no negócio de lava-rápido.
GRÁTIS: Esta palavra é mágica, principalmente em promoções.

Não a use inadequadamente.

Ofereça algo grátis somente se o cliente tiver a certeza de que realmente está ganhando algo que não está pagando do outro lado.

Quando uma ação é bem sucedida, deve-se tomar cuidado para não cair na tentação de repeti- la mais vezes logo em seguida.

Como já foi dito, com o prolongamento do tempo o cliente passa a desconfiar que a promoção
é permanente e então, o benefício adicional se perde.

Uma das soluções para este fato é a rotatividade de produtos e técnicas promocionais.

Dessa forma, na percepção do cliente sempre haverá novos motivos para comprar.

Compare uma loja onde “tudo” sempre está com desconto e outra que faz a cada duas ou três semanas uma promoção diferente, num momento com descontos, em outro com sorteios e
assim sucessivamente, variando os produtos e as formas de se comunicar com o mercado.

Em qual delas haveria melhor percepção da vantagem real concedida?

Sem dúvida nenhuma no segundo caso, pois os clientes, após a estabilização econômica, adquiriram uma ótima memória de preços.

Este é um bom exemplo de como desenvolver uma promoção de vendas com consciência e profissionalismo.

Agora, é hora de praticar!

AÇÕES NO PDV


GUIA BOMBRIL PARA PROMOTORES

Ao iniciar um projeto de promoção e merchandising para um ponto-de-venda, deve-se aparar todas as arestas que possam interferir no processo.

Para isso, as organizações deverão estar muito bem estruturadas para iniciar as operações, de forma a conseguir monitorar as informações e as ocorrências de campo, fornecer todo o material de apoio para o desenvolvimento dos trabalhos das suas equipes, acompanhar e analisar todos os relatórios estatísticos e analíticos mensais, disponibilizar pagers e linhas telefônicas (DDG 0800) exclusivas para as equipes, manter promotores SOS para eventualidades, orientar corretamente a equipe quanto à exposição dos produtos/materiais promocionais, bem como providenciar depósitos para estocagem de todo material promocional envolvido no projeto.

Além destes pontos, outro aspecto importante que deverá ser observado de forma criteriosa, é os profissionais que estarão envolvidos neste processo, no caso, especificamente, os promotores.

À estes profissionais cabe: verificar os estoques, acompanhar a falta dos produtos no PDV, manter e ampliar os espaços dos produtos nas gôndolas, confeccionar pilhas e ilhas, fazer pesquisas de preços e ações dos concorrentes, observar o fluxo da loja e aplicar o material de merchandising.

Abaixo segue um guia pratico divulgado pela BOMBRIL para seus promotores:


Ações Imediatas e Precauções do PDV

Ao iniciar o seu trabalho no ponto-de-venda procure estabelecer prioridades de abastecimento, sempre levando em consideração o melhor espaço para exposição dos produtos, além de um posicionamento adequado.

Verifique produtos em falta e reponha-os. Caso não exista em estoque comunique-se com o vendedor. Cuidado para não deixar espaços vagos na prateleira, e não esqueça de retirar os produtos fora de validade. Lembre-se também que é trabalho do promotor verificar e comparar os preços da concorrência, informando qualquer alteração ao vendedor.

Nas promoções

Sempre que houver uma ação promocional no ponto-de-venda, procure negociar com o gerente pontos de exposição extras de preferência selecionando locais/prateleiras com maior fluxo de consumidores. Caso seja possível construir uma ilha, utilize todo o material de merchandising disponível e tente expor os produtos o mais próximo dos check-outs.

No Uso de Displays

Procure montar o display em local aberto e de preferência onde haja o maior fluxo de consumidores. Não esqueça de mantê-lo sempre abastecido e bem sinalizado, utilizando cartazes, adesivos, folhetos, etc. Evite misturar produtos de outras marcas no display, pois isso pode confundir o consumidor na hora da compra.

Embalagens Avariadas

É muito importante estar atento a toda e qualquer avaria nos produtos em exposição no ponto-de-venda. Embalagens rasgadas ou abertas e produtos com lacre violado devem ser removidos imediatamente da gôndola e substituídos por outros em perfeitas condições.

Agindo desta maneira você estará evitando que os consumidores acabem levando produtos danificados para casa.

Reposição de Produtos

Ser rápido na reposição de produtos no ponto-de-venda é fundamental para o sucesso do seu trabalho. Portanto esteja sempre atento no fluxo de consumidores que passam pela gôndola principalmente quando houver uma ação promocional na loja, pois isso é sinal de que o giro do produto irá aumentar.

Confirme se existe uma boa quantidade de produtos para reposição em estoque.

FERRAMENTAS DE MARKETING 3

GUIAS EXPLICATIVOS - PROMOÇÃO E PDV

Em sequência esta semana à série sobre as ferramentas de marketing hoje apresento dois guias super interessantes.

O primeiro é um guia da BOMBRIL que direciona seus promotores de vendas a desenvolverem ações com mais qualidade no PDV.

O segundo é um guia do SEBRAE que de forma bem explicativa demonstra a ferramenta "PROMOÇÃO DE VENDAS" e sua utilidade no mix de comunicação.

WOW! lança segunda edição do Estalo


A WOW! acaba de lançar a segunda edição de seu newsletter trimestral, o Estalo.

Além de trazer novidades sobre a agência e o mercado, você poderá conhecer um pouco melhor as referências de toda a equipe e ver alguns dos últimos trabalhos da WOW!.

O material também traz uma matéria especial, com um panorama sobre o 54º Festival de Cannes. Como na edição de lançamento, este número ainda conta com um artigo principal – a resenha do livro “Tem alguém aí?”, de Mark Austin e Jim Aitchison – e propõe um debate entre dois profissionais de marketing sobre questões atuais da comunicação.

O novo Estalo também pode ser lido em PDF no site da WOW!.

É só acessar http://www.e-wow.com.br.

sexta-feira, agosto 24, 2007

SHARON JONES NO JAZZMASTERS


NÃO PERCA NESTE SÁBADO

Ouvinte do Jazzmasters

Abrimos o programa de sábado com uma cantora realmente única. Uma senhora dona de uma senhora voz. Sharon Jones dita o clima do Jazzmasters que vai subindo lentamente o beat com Guru, Billy Ocean, Gerd, EBTG até terminar com um acid jazz rasgado. Não perca!

1. Wax Tailor feat Sharon Jones - The way we lived
2. Guru feat Vivian Green - Fine & free
3. Bill Laswell feat Alicia Renee/Asante - Swan Blues
4. Kinny & Horne - Dignity
5. Dwight Trible - Try Love
6. Billy Ocean - Nights (Feel Like Getting Down)
7. Gerd feat Natalie Gardner - Brother
8. Sheliyah - Walk this way
9. Everything But The Girl - Downhill racer (K.Dope mix)
10. Groove Theory - Angel
11. Liquid Soul feat Yvonne Gage - I want to want me
12. Izit - Izit everywhere

Grande abraço e um ótimo fim de semana.
Paulo Mai e Sérgio Scarpelli

----------------------
Destaques do site: Entrevista com o produtor Dudu Marote e o resultado da Promoção Madeleine Peyroux no Blog...
Acesse: www.jazzmasters.com.br

----------------------


Eldorado FM - 92,9 São Paulo-SP
Sábados, às 20h
De segunda à sexta - 2 edições diárias, 10h35/14h35

Transamérica Light FM - Curitiba-PR 95,1 - Estrela-RS 102,9 -
Rosário do Sul-RS 97.9
Sábado, às 21h

Litoral FM - 91,9 Santos e Litoral Sul
Sábado, 21h e Quinta, às 21h

Beira Mar FM - 102,7 São Sebastião - 101,5 Ubatuba
Domingos e quartas, às 20h

Calypso FM - 106,7 Fortaleza-CE
Todos os sábados, às 19h


quinta-feira, agosto 23, 2007

ECONOMIA ATUAL

MAQUIAGENS E MENTIRAS

A situação da economia brasileira do ponto de vista do governo federal é sempre passada ao público de maneira maquiada e na maioria das vezes com dados camuflados ou mentirosos.

Anunciar ao povo que a inflação oficial gira em torno de 4% ou 5% ao ano é mentir descaradamente pois quem frequenta supermercados sabe o quanto pesa no bolso e doi no coração ver os preços do produtos serem elevados de semana em semana.

Quem se utiliza de um meio de transporte, seja público ou particular também sabe que mês a mês há uma elevação dos preços de passagens e combustíveis e mesmo com a queda do dólar os valores nunca decrescem por conta das desculpas dos administradores do setor.

Que inflação é esta que só baixa nos índices oficiais mas que na sensibilidade popular nos fazem sofrer diariamente?

O vilão da vêz é o leite.

Há pouco mais de um ano 1 litro de leite longa vida nos grandes hipermercados custava aproximadamente R$ 0,95 e os custos de seus derivados eram estáveis e da mesma forma os custos de todos os produtos que levam o leite em sua composição estavam num patamar aceitável.

Hoje o preço do leite dobrou e em muitas capitais ultrapassou o valor de R$ 2,49 por litro.

Um absurdo ver que um item tão básico e necessário para a alimentação de pobres e ricos esteja sendo manipulado com tanta falta de respeito por parte de seus produtores e com tanta falta de competência por parte dos órgãos reguladores que agem como a totalidade do governo, dizem que não sabem o que está acontecendo por isso não podem tomar atitudes.

Como pode uma família de 5 pessoas, que vive do dito salário mínimo de R$ 350,00 mas que deveria ter o nome de salário-miséria consumir em média 40 litros/mês e gastar R$ 99,60 somente com leite? Como pode ela sobreviver?

Não existem ainda outros custos para esta família?

Luz, água, alimentos, transporte, roupas, aluguel (até favelado na sua maioria paga aluguel), remédios, produtos de higiene pessoal, produtos de limpesa e etc.

Veja os índices de criminalidade em relação ao volume da população que vive na miséria e teremos as respostas para tanta gente roubando, traficando, matando por dinheiro.

Não, não estou falando de políticos, estou falando dos realmente excluídos da sociedade.

Outra situação que incomoda a mim e certamente incomoda também à grande maioria dos consumidores:

- a diminuição no volume das embalagens, da quantidade e peso dos produtos embalados e a manutenção e em muitas ocasiões o aumento do preço do produto.

Um pacote de bolacha ou biscoito que antes pesava 200g e custava em média R$ 1,00 hoje em dia pesa 160g e custa R$ 1,40.

Este é um pequeno exemplo mas que está diante de nossos olhos e em todas a gôndolas de todos os tipos de produtos nos supermercados, uma prática falsa, enganosa que faz com que nós consumidores passemos por idiotas e na maioria das vezes fiquemos sem ação pois reclamar aos órgãos de proteção ao consumidor é uma atitude que ainda em nosso país poucos se atrevem a tomar.

O presidente do Brasil viaja o tempo todo, quando tem uma crise no governo ou uma crise nas instituições ele sempre alega que nunca sabe o que está acontecendo e pior, o esquema de defesa ou seja, a tal blindagem em torno do presidente é tão grande que ele é defendido por seu pares que sacrificam suas vidas, mandatos e seus nomes para perpetuarem a ditadura vermelha e o comando dos barbudinhos.

Fica aqui meu desabafo e espero muito que um dia nosso país se torne realmente sério.

AGÊNCIAS EM ALTA

BOAS PERSPECTIVAS

Nos últimos dias tenho acompanhado a movimentação do mercado e a conquista de novas contas pelas agências de São Paulo.

As boas novas vem de um novo perfil de clientes e anunciantes que antes estavam tímidos em suas ações e que me parece agora vem com toda força.

Esta entrada de novas contas é normalmente decorrente da grande competitividade realçada nestes últimos tempos pelo crescimento da concorrência em todos os setores mas devemos também levar em consideração que a lucratividade das empresas caiu de maneira sensível e isto obriga seus planejadores de marketing a reverem estratégias e objetivos.

Bom para as agências que experimentam uma bolha de crescimento, bom para os novos anunciantes porque irão desfrutar do que de melhor a comunicação pode oferecer para a lucratividade de seus produtos e bom para os mercado de profissionais que está em alta também com novas contratações ainda que a rotatividade e o troca-troca entre agências seja algo pernicioso e que se tornou um vício no Brasil.

Vai aqui meu desejo que o mercado continue nesta gostosa ebulição e que eu também em breve possa fazer parte da estatística de novas contratações.

Alunos da Miami Ad School/ESPM recebem premiação internacional

PARABÉNS GALERA DA ESPM


Com uma campanha para a Oxfam International, chamada "2 to1", os alunos André Baldez, Bruno Zordan e Marcio Arêde conquistaram a Prata no concurso Young Guns, aberto para jovens profissionais de criação. Esta foi a única campanha premiada feita por estudantes.


Outro grande resultado foram as peças produzidas também por André Baldez e Bruno Zordan, "Red Balloon", feita para a Aspirina, e de Marcos Almirante e Ulli Braga, “Red Tape” para a ONG International Red Cross que chegaram à final do D&AD, tradicional premiação oferecida a profissionais e estudantes de criação de todo mundo. Os talentos da MAS/ESPM foram reconhecidos no "Commendattion Awards'.


André Baldez, Bruno Zordan e Marcos Almirante foram até Londres, em julho, receber a premiação pelo trabalho. Outras duas campanhas para o briefing Corbis desenvolvidas pelos alunos Adalberto Santana & Yuri de Castro e Raquel de Meneses & Ronaldo Tavares foram selecionadas para compor o Anuário D&AD deste ano.



* enviado por Bruno Dias da "Tamer".

quarta-feira, agosto 22, 2007

SÓ PRA TIRAR UM SARRINHO!

NORUEGA 2 x 1 ARGENTINA

Notícia fresquinha do Diário Olé.

Precisa dizer mais? eheheheh


O OUTRO LADO DO MKT VIRAL

Eliminando o vírus do Marketing Viral - uma outra visão


O marketing viral sofre hoje do mesmo mal que a criação de websites sofreu há alguns anos: anunciantes de todos os portes contrataram sobrinhos que entendiam de informática para fazer um site e com isso, além de desperdiçarem o potencial que o meio oferece, muitas empresas financiaram projetos fadados ao fracasso - enquanto sobrinhos dificultavam a profissionalização do mercado.

No caso do marketing viral, tem muita gente hoje se deixando seduzir pela possibilidade de veicular uma mensagem utilizando o potencial da comunicação boca-a-boca de uma forma barata e supostamente eficaz. Recorrem, assim, a quem promete criar um vídeo super-engraçado ou a quem diz fazer alguma coisa esdrúxula, como se isso fosse despertar a atenção do consumidor e trazer algum resultado positivo. O marketing viral é muito maior, mais complexo e mais poderoso do que isso.

Para começar, é preciso ter em mente que a comunicação boca-a-boca acontece e sempre vai acontecer independente de campanhas de marketing viral – com maior ou menor intensidade. O que acontece é que a Internet multiplicou as possibilidades das pessoas se comunicarem e trocarem impressões. Por isso, a grande sacada é estimular ainda mais esta comunicação, direcionando-a de acordo com seus objetivos.

Target

“Fazer um viral” não isenta o profissional de marketing da responsabilidade de determinar um público-alvo para sua mensagem. Pense no seguinte: nem todos os consumidores são comunicativos o suficiente para propagar sua campanha e, destes, apenas alguns são efetivamente considerados referências confiáveis dentro do seu círculo de amizades. Uma das primeiras etapas em uma campanha de marketing viral é a mesma de todas as campanhas tradicionais: pensar no target. Defini-lo. Trabalhar com ele a seu favor.

Mensagem e Formato

Ao contrário do que se acredita, não é apenas uma mensagem engraçada que promove o boca-a-boca; lembre-se do poder destrutivo de uma má impressão. Lembre-se, também, da força que as sandálias Havaianas conquistaram quando artistas e top-models começaram a circular calçando chinelos. Vale lembrar por exemplo o quão ávidos por novidades são os fãs de vídeogames, o quanto eles se sentem prestigiados quando sabem antecipadamente sobre produtos inéditos no mercado. Há milhares de oportunidades.

Meio

A Internet é definitivamente um meio muito poderoso para que se propague todo o tipo de comunicação: não só através de e-mail mas também por conta da frenética troca de mensagens instantâneas, chats, fóruns e sites especializados em todo o tipo de assunto, que servem como referência para consumidores indecisos. As possibilidades vão muito além da Internet: pense em como festas, eventos e restaurantes da moda costumam concentrar influenciadores nos mais diversos assuntos.

Como você já deve ter percebido, além de criatividade, o marketing viral exige muita estratégia. É preciso ter conhecimento profundo sobre o comportamento do consumidor em todos os estágios do relacionamento com a sua marca e com o seu produto.

Uma das coisas que você descobrirá é que definitivamente, o consumidor está cada vez mais esperto, pró-ativo, engajado e exige que você respeite esta posição. O grande erro que não se pode cometer ao investir em marketing viral é ignorar esta mudança, acreditando que um vídeo engraçado é o suficiente para entrar na cabeça das pessoas, influenciar seu comportamento e fazer com que elas falem de você.

* artigo de Marcelo Perrone - publicado no Vox News

MARKETING VIRAL

VÍRUS OU COMUNICAÇÃO EFETIVA?

Em continuidade à série de artigos sobre "FERRAMENTAS DE MARKETING" hoje coloco aqui dois artigos interessantes sobre esta técnica que incomoda à alguns mas funciona muito para outros.

Leia e comente.

Sete técnicas de marketing viral

Se você ainda não sabe o que é marketing viral, não se preocupe. Não é nenhuma febre de diretor de criação, é apenas o nome que se dá a uma técnica que existe há muito tempo, bem antes da Internet, só que com outro nome: marketing boca a boca.

Você sabe: ao tratar bem um cliente ele vai dizer a outras pessoas, atraindo novos negócios. Por outro lado, se o cliente é mal tratado ele não só deixa de comprar de você como vai falar mal de sua empresa e seus negócios vão diminuir.

No mundo dos tijolos é assim e como será na internet? A mesma coisa, mas com um potencial de multiplicação muito maior.

De forma simplificada, marketing viral é qualquer estratégia que encoraja indivíduos a passar adiante sua mensagem de marketing (seu argumento de venda), criando uma oportunidade de crescimento exponencial da exposição e influência desta mensagem.

Como um vírus, esta estratégia usa o rápido crescimento para uma explosão de milhares ou milhões de leitores.

Hoje você verá sete técnicas de marketing viral que servirão para atrair mais visitas e, principalmente, promover o retorno de seus visitantes.

1. Assinatura de email

A primeira técnica é muita conhecida. Assinaturas de email são três ou quatro linhas que você coloca em todas as mensagens de email. Assim toda mensagem que você envia leva seu nome e endereço para os leitores.

Se a informação que você veicula interessar a outras pessoas além do leitor direto, incentive-o a encaminha-la, multiplicando os leitores e espalhando sua assinatura.

Saiba mais sobre esta técnica e aprenda a configurar seu programa de email para que seja automático leia o artigo "Descubra como um site conquistou dez milhões de usuários em um ano e meio de existência sem gastar praticamente nada"

E o exemplo clássico continua sendo o Hotmail, um dos primeiros serviços a oferecer email gratuito via web:

  1. O site dá emails gratuitos,
  2. Uma única linha dizendo "Tenha seu email grátis http://www.hotmail.com/" é anexada ao final da mensagem,
  3. Os internautas usam o email em sua rede de amigos e colegas espalhando a mensagem,
  4. Os amigos e colegas recebem a mensagem e também assinam o serviço,
  5. Os novos usuários usam o serviço, espalhando ainda mais a mensagem.

2. Grátis eu gosto

Dá pra encontrar de tudo gratuito na Internet, não é? Por que será? Será por que as pessoas adoram coisas grátis? Com certeza.

A verdade é que nos adoramos não pagar por algum benefício. Aproveite esta faceta humana e ofereça algo gratuito em seu site, alguma coisa que sirva para espalhar seu endereço e trazer novos visitantes ao site, faça.

A idéia é dar para vender: uma amostra do produto, uma versão reduzida, trinta dias de experiência, um mini curso com informações de pré-venda, você escolhe.

O importante é que seja relacionado ao seu produto e que tenha valor real para o internauta, passando ou reforçando sua mensagem de venda e permitindo que o visitante retorne ao site para comprar ou pelo menos, para obter mais informações.

3. Webcards

Minha mãe adora mandar webcards. São aqueles cartões postais digitais que a gente recebe de vez em quando.

Você lembra como funciona:

  • O remetente visita o seu site e envia o cartão,
  • O destinatário recebe apenas um email dizendo que 'fulano@qualquercoisa.com acaba de mandar um web card' e ele deve visitar a página para ver o cartão,
  • Ele visita a página e responde ou manda para outra pessoa, aumentando a exposição.

É assim que o vírus se espalha, percebe?

4. Ezine

Um ezine é um informativo na forma de email que você recebe de tempos em tempos. O MEiO no Email ou o Webinsider são exemplos e se você ainda não tem, está na hora de pensar nisto.

A questão aqui é publicar artigos que realmente interessem seus visitantes e incentiva-los a encaminhar a mensagem para quantas pessoas quiser.

Eu gosto de dizer: "Se você gostou, envie para um amigo, se não gostou, envie para um inimigo". :-) Brincadeiras à parte, o que importa é ser criativo e ficar concentrado em seu nicho de mercado.

5. Mensagens instantâneas

Um dos maiores sucessos da internet é o ICQ, um programa que permite saber quando algum conhecido está conectado à internet e enviar mensagens para ele que as recebe na mesma hora e responde.

Acontece que para usar o ICQ, ambos os lados têm que ter o programa em seu computador e é está a beleza do negócio: qualquer pessoa que goste do ICQ vai insistir com você que também use. Daí você tem que ir ao site, baixar o programa e se cadastrar no serviço, que é gratuito.

A partir daí ele vai estar lá com você em cada navegação. Com você e mais ou menos 80 milhões de pessoas no mundo todo.

6. Se você gostou deste site, recomende

Você já deve ter visto esta mensagem em alguma página. Um simples script que permite que o visitante que gostou do site envie facilmente uma mensagem para seus amigos.

Há vários sites que oferecem scripts gratuitos. Uma opção brasileira é o http://www.recomenda.com.br/. É bem fácil de colocar em sua página.

7. Tenha um exército de vendedores

Imagine milhares de sites com banners apontando para seu endereço. Imagine só pagar quando uma venda acontecer!

Foi isto que o www.amazon.com fez para se tornar um dos fenômenos da rede mundial. Oferecendo comissão pelas vendas de livros, webmasters do mundo todo aderiram a seu programa e o tornaram a maior livraria do mundo, sem uma loja sequer.

Estas idéias são só o começo e o céu é o limite. Como eu disse, seja criativo oferecendo valor para seus visitantes.

Pense em pelo menos três outras formas de espalhar sua mensagem de forma exponencial (esqueça o SPAM) e ponha em prática, mesmo que pareça maluca. Sem testar, você nunca vai saber.

* artigo de Renato Fridschtein que é autor do ebook 'Dominando os Sites de Busca' e vários outros artigos e ebooks sobre marketing e negócios na internet.

terça-feira, agosto 21, 2007

O FUTURO DAS AGÊNCIAS

PROPAGANDA OU MARKETING?

Este é um assunto que eu particularmente gosto muito de discutir e expor minha opinião.

Quem exerce um cargo de direção ou já foi dono de agência de propaganda sabe que o negócio da publicidade não é mais rentável quanto antigamente.

Desde que os clientes iniciaram uma luta travada contra as comissões de 20% sobre veiculação e 15% sobre produção a lucratividade do negócio decresceu de forma vigorosa.

O mercado tem passado por variações de atitudes e nisto podemos incluir a grande necessidade das empresas de desenvolverem para seus produtos e marcas campanhas de comunicação mais dirigidas e menos abrangentes.

O leque de ferramentas de marketing disponível hoje para os profissionais está muito maior e permite ações diferenciadas com menos custo, saindo da mesmisse das campanhas ortodoxas que levam a comunicação de um produto/marca somente através de meios básicos como TV e Imprensa.

Aliás, minha proposta de apresentar uma série de artigos sobre FERRAMENTAS DE MKT tem como objetivo ampliar a visão e o conhecimento de profissionais de agências e do marketing.

Como a lucratividade diminuiu consideravelmente as agências hoje, e mui tardiamente, estão descobrindo outras formas de ganhar dinheiro ampliando sua prestação de serviços num formato multi-facetado de negócio ou seja, o principal negócio que é a propaganda continua mas outros negócios em forma de satélites começam a surgir.

Associações importantes e fusões grandiosas estão acontecendo no mercado e tudo isto bem pertinho de nós, não precisamos ir além mar para vislumbrar estas mudanças.

Acho tudo isto extremamente positivo pois se existe algo que sempre defendi e sempre procurei desenvolver em minha carreira é o pleno e amplo conhecimento de tudo aquilo que está disponível para se realizar um bom trabalho.

Em outros artigos já abordei este assunto:

- o mídia não pode mais somente vender espaço em cima do planejamento do cliente, ele tem que ser criativo e apresentar alternativas criativas.

- a criação não pode mais ficar isolada dentro de uma bolha chamada TV/REVISTA, tem que ter uma visão amplificada de tudo aquilo que há disponível no mercado para se fazer uma comunicação dirigida com melhores resultados práticos, os Leões de Ouro da vida não garantem lucratividade para nenhuma marca.

- o atendimento deve hoje se tornar o coração pensante; incrível este termo coração pensante mas é isso mesmo, raciocinar com sensibilidade. Na minha opinião o profissional de atendimento que não tiver uma visão e conhecimento de todas as ferramentas de MKT à sua disposição, que não aprimorar e aprofundar seu interesse por novas opções de mídia e que não se dispuser a ter o mesmo nível de conhecimento sobre as marcas e produtos trabalhados da mesma forma que o marketing de seu cliente, este profissional está totalmente fora do mercado.

Um agência de propaganda moderna não pode mais viver exclusivamente do planejamento estipulado na virada do ano e que já prevê qual será seu faturamento, todos os profissionais envolvidos devem ser hábeis vendedores, diversificar seu conhecimento, interagir de forma mais agressiva internamente e também com seu cliente.

Sustentando este ponto de vista quero reforçar que o atendimento é a peça vital e fundamental neste processo pois o profissional de qualidade e diferenciado deve asumir uma postura como se fosse o próprio cliente dentro da agência.

Algumas grande agências estão hoje neste processo de mudança assumindo uma postura mais complexa mas, porém, com uma amplitude de variáveis dentro do negócio que permitirão resultados com mais qualidade para seu clientes.

Espero que aqui no Blog P&M você possa encontrar alguns destes caminhos para aprimorar seus conhecimentos e usando a palavrinha chave da moda, "agregar valor" ao seu prório produto, Você.

segunda-feira, agosto 20, 2007

POLÍTICA E POLITICAGEM

SERÁ QUE VÃO LIMPAR O BRASIL DE VERDADE?

Falar de política é tão tentador quanto falar de futebol, dar uma opinião aqui, outra ali, fazer uma crítica ou elogiar é um direito que nós como cidadãos devemos exercer.

Na época das eleições em outubro-novembro de 2006 me atrevi a colocar para fora da garganta alguns desabafos pois minha indignação com a nuvem de sujeira que cobre o Brasil era grande naquela ocasião, pior para o meu estômago, a nuvem se tornou densa demais e a situação do país descambou para um rumo que me deixa simplesmente enojado.

Se fizermos um "review" desde o início do governo do PT assinalando corrupções, falcatruas, desmandos, roubalheiras, falta de comando entre outros pontos eu passaria acredito que uma semana escrevendo sobre todo este mar de lixo em que mergulhamos.

A corrupção nos Correios, o Mensalão, o Fome Zero, Bolsa Família, o dólar na cueca, as quadrilhas chefiadas e comandadas pelo alto escalão do governo federal...e por aí afora, quantos itens mais cada um de nós poderia citar aqui, sem falar nos nomes dos envolvidos.

Fomos e estamos sendo roubados em plena luz do dia, como diria meu filho, "somos roubados na cara dura pai!"

Mas existe uma luz no fim do tunel e me parece que as denúncias do procurador da república finalmente estão sendo levadas a sério.

Ele denunciou uma quadrilha, formada em Brasília e com ramificações em todos os Estados da União, deu nome a todos, sem se isentar inclusive de citar o nome do próprio presidente da república.

Espero que o pó não seja jogado para debaixo do tapete e que mais uma vez sejamos servidos em nossa mesa um pizza de sabor amargo.

Abaixo segue um painel coma foto de todos os 40 envolvidos nos escândalos da denuncia, sabemos que outros nomes estão em alta atualmente como o do presidente do Senado mas, isto é história para outra história.

O painel foi copiado do Portal do Estado de São Paulo, no original você poderá clicar em cada uma das fotos ter o perfil de cada envolvido e sua acusação.

CLIQUE AQUI >>> QUEM SÃO OS 40?

STF julga nesta semana os 40 do mensalão

ATÉ QUE ENFIM!

O caso do mensalão volta à pauta esta semana. Entre os dias 22 e 24, o STF vai julgar a denúncia contra o esquema de financiamento irregular para campanhas do PT e aliados, que abalou o governo com queda do ministro da Casa Civil José Dirceu, homem forte do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de 1º de janeiro de 2003 a 16 de junho de 2005 .

Caberá à corte acatar ou não a acusação feita pelo procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, contra os envolvidos. Denunciado em 2005, o mensalão envolve 40 pessoas. Além de Dirceu, outros nomes como o do deputado José Genoino e do ex-publicitário Marcos Valério aparecem na ação. A organização foi classificada pelo procurador-geral como uma "quadrilha", que se especializou em "desviar dinheiro público e comprar apoio político".

Oito tipos de crimes são citados na denúncia: formação de quadrilha, falsidade ideológica, peculato, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta e evasão de divisas.

De acordo com o STF, o julgamento começa na quarta às 10 horas e vai até sexta-feira, com possibilidade de se estender para a segunda-feira. O ministro Joaquim Barbosa, relator da denúncia, será o primeiro a se pronunciar, ao fazer a leitura do relatório. Depois, será a vez de Antonio Fernando Souza defender que o STF acolha as acusações e faça com que os 40 acusados respondam como réus.

Em seguida, os advogados apresentarão a defesa dos acusados. Até agora, segundo o STF, 19 advogados se inscreveram para isso. A partir daí os ministros começam a discutir o caso. No julgamento, os ministros não vão decidir se os acusados são culpados ou inocentes. Isso só ocorrerá no julgamento da ação penal, caso a denúncia seja recebida.

Mensalão

O esquema do mensalão - pagamento de uma suposta mesada a parlamentares para votarem a favor de projetos do governo - foi denunciado por Roberto Jefferson, então deputado pelo PTB e presidente da legenda, que acabou sendo cassado por conta de seu envolvimento. Segundo ele, os pagamentos mensais chegavam a R$ 30 mil e o esquema de repasse do dinheiro era feito através de movimentações financeiras do empresário Marcos Valério.

Dos acusados de envolvimento no esquema, foram cassados José Dirceu, Roberto Jefferson (PTB-RJ), que denunciou o mensalão, e Pedro Corrêa (PP-PE). Quatro parlamentares renunciaram para fugir do processo e 11 foram absolvidos.


* agência REUTERS

ENDOMARKETING

UMA NOVA VISÃO

As empresas buscam constantemente a diferenciação de suas marcas e produtos com o objetivo de tornarem-se cada vez mais competitivas.

Da mesma forma, concentram esforços em valorizar as pessoas que nela trabalham e com isso obter a satisfação de seus colaboradores, por acreditar que os recursos humanos representam um de seus principais diferenciais comparativos.

Dentre as formas de promover a motivação das pessoas, a prática de marketing interno é, provavelmente, a mais conhecida e, por outro lado, também é a mais controversa.

A visão hegemônica difundida no mercado atual situa o marketing interno, ou simplesmente endomarketing, como uma atividade de apoio às demais tarefas da organização, caracterizado pela integração das pessoas através de informação coerente e rapidamente distribuída, que objetiva despertar nos empregados uma sensação de “co-propriedade” sobre a empresa e com isso obter seu comprometimento.

A priori, esta concepção mostra-se lógica, entretanto, apresenta uma série de fragilidades questionáveis de construção conceitual, razão que justifica fortes críticas, logo, a controvérsia.

O objetivo deste artigo é apresentar uma visão diferenciada, porém não excludente da atual, demonstrando a consistência e a aplicabilidade de um conceito inovador que combina preocupação com as pessoas e foco em resultados operacionais, tendo como premissa básica que a qualidade da relação das empresas com seu mercado e clientes é uma conseqüência de sua relação com seu público interno.

Primeiramente, marketing interno não deve ser entendido apenas como resultado de comunicação interna e gerenciamento de informações, constituindo um processo educativo que objetiva integrar pessoas e gerar motivação.

Motivação não pode ser espontaneamente gerada, tampouco extraída através de comunicação; ela é propriedade exclusiva e intransferível do indivíduo, podendo apenas ser estimulada por uma série de fatores que, em conjunto ou combinados, nas proporções certas àquela pessoa, poderão aumentar sua percepção de valor da sua motivação individual.

Assim sendo, endomarketing caracteriza-se como um processo gerencial, cíclico, continuado e em direção a um determinado propósito da organização, que é integrado aos demais processos da empresa, funcionando, dessa maneira, como um catalisador à consecução de metas. Pode-se então denominar endomarketing como “Gestão de Marketing Interno”, apropriando, como objetivo principal, promover a motivação das pessoas por seu trabalho, obtendo seu comprometimento com os objetivos estratégicos da empresa.

Trata-se então de uma forma mais pragmática de ver o papel do marketing interno, uma vez que colaboradores mais comprometidos terão maior produtividade e, por conseqüência, a empresa afere melhores lucros e resultados.

Tendo como fundamento ser a relação empresa e mercado um reflexo da relação empresa e seu público interno, a boa prática de marketing interno resulta em melhorias significativas: nas pessoas individualmente, na relação das pessoas com a empresa e com seus colegas, e, por fim, na relação da empresa com seu ambiente de negócios, gerando mais criatividade, flexibilidade, trabalho em equipe, melhores resultados, clima organizacional e imagem.

Contudo, estas promessas apenas se verificam na prática se houver o estímulo adequado dos fatores motivacionais que cercam as pessoas, desde que estruturados em um processo gerencial que, segundo a proposta aqui apresentada, dá-se a partir da conclusão que, segundo a escola clássica de administração, ao existir um composto de marketing é necessário que exista também um Composto de EndomarketingTP, onde cada componente é correlato a um dos conhecidos 4 P´s, demonstrado na figura abaixo:



Onde:

* Ambiente está para Ponto, e possui duas dimensões: tangível e intangível. A primeira refere-se às instalações físicas da empresa e seus atributos, tais como ergonomia, iluminação, funcionalidade, decoração, e afins. A intangível reúne todos os aspectos pertinentes ao Clima Organizacional, ou seja, as qualidades do ambiente interno, percebidas pelos membros da organização que influenciam seu comportamento.

* Comunicação está para Promoção, e significa o canal de informações entre empresa e seu público interno. Trata-se da forma como a empresa “fala” às pessoas próximas e congrega os fatores constituintes desta: conceito, identidade visual, mensagem e objetivo.

* Empresa está para Produto, logo, para a gestão de marketing interno, a empresa é, de fato, o próprio produto “vendido” às pessoas, assim como tudo aquilo que a organização “entrega” em troca do trabalho do indivíduo, ou seja, caracteriza-se por um Fluxo de BenefíciosTP constituído por fatores-chave, verificados cientificamente, como remuneração, status, aprendizagem,
perspectiva de crescimento, dentre outros, considerando que ao “vender” a empresa às pessoas, cada um desses fatores deverá ser evidenciado.

* Trabalho está para Preço, pois significa o valor “pago” pelo indivíduo por tudo que recebe da empresa. Portanto, quanto mais “cara” lhe for sua empresa, tanto maior será a qualidade de seu trabalho, seu desempenho e, assim, sua motivação e comprometimento.

Outra diferença relevante da proposta hora apresentada refere-se à definição de público interno. Atualmente, o foco é totalmente dirigido aos empregados ou colaboradores diretos da empresa, enquanto este artigo demonstra que esse é apenas um dos públicos do marketing interno. Os colaboradores diretos devem ser privilegiados por tratarem-se da “mosca” do alvo que se pretende atingir com o endomarketing, onde cada um é promotor da imagem da empresa no mercado.

Entretanto, há também os investidores ou sócios, colaboradores terceirizados, fornecedores estratégicos, parceiros comerciais e,ainda, pessoas cujos talentos interesse à empresa contratar. Obviamente, ao gerenciar o Composto de EndomarketingTP, cada um desses públicos deverá ser contemplado com uma estratégia específica e efetiva.

Para complementar esta construção conceitual, faz-se necessário esclarecer alguns fatos, verdades e falácias do endomarketing até então freqüentemente apresentados de forma pouco objetiva. Em primeiro lugar, o fluxo de informações na empresa é importante, mas seu principal objetivo não deve ser fomentar a integração e sim subsidiar as pessoas de conhecimento, para apoiar o processo de tomada de decisão.

Segundo, a motivação não é estimulada apenas por comunicação interna, e sim por diversos fatores, nas doses certas, trabalhados à luz do Composto de EndomarketingTP, sendo que seu gerenciamento, conforme a Teoria Evolucionista de Darwin, deve garantir reações rápidas às demandas do mercado e a adaptação constante da empresa às mudanças do ambiente de
negócio, assegurando que apenas as mais aptas permaneçam.

A seguir, sendo o desempenho econômico-financeiro da empresa uma conseqüência de como ela interage com seu público interno, deve-se ter como certo que a empresa que estabelecer a remuneração como principal vínculo com seu colaborador, apenas conseguirá diferenciar-se no mercado pelos preços baixos que praticar. Para finalizar, não deve haver ilusão quanto ao por quê zelar pela satisfação dos colaboradores- pessoas felizes e motivadas têm melhor desempenho, maior produtividade, logo, geram melhores resultados.

Contudo, não se faz gestão de marketing interno pensando apenas em tornar as pessoas menos sensíveis à variável salário, mas sim em construir vínculos mais sólidos entre a empresa e seu público interno, preferencialmente de maneira integrada à cadeia produtiva da qual a organização faz parte. Não há como pensar em competitividade sem considerar prioritariamente este objetivo.

Fica evidente que a nova visão proposta reflete com grande amplitude os
anseios estratégicos da empresa, uma vez que abrange as diferentes dimensões
relacionadas à interação entre capital e trabalho, estabelecendo firme foco em
resultados.

- artigo assinado por Daniel Costa

WOW! cria novo posicionamento para Eisenbahn


A WOW! criou uma série de três anúncios para divulgar o novo posicionamento da Cervejaria Eisenbahn. Com o conceito “A autêntica cerveja”, as peças veiculadas na revista Prazeres da Mesa exploram algumas características do produto, destacando a variedade de sabores e sofisticação da Eisenbahn.

Ficha técnica (1,2):

Agência: WOW!
Anunciante: Cervejaria Eisenbahn
Direção de criação: Rodrigo Poersch
Redação: Rodrigo Poersch
Direção de arte: César Pansera
Produção: Zé Renato
Mídia: Fabíola Maziero
Atendimento: Fernanda Gobbi, Daniele Trito
Aprovação: Juliano Mendes

Ficha técnica (3):

Agência: WOW!
Anunciante: Cervejaria Eisenbahn
Direção de criação: Rodrigo Poersch
Redação: Tiago Dutra
Direção de arte: César Pansera
Produção: Zé Renato
Mídia: Fabíola Maziero
Atendimento: Fernanda Gobbi, Daniele Trito
Aprovação: Juliano Mendes

*1 e 2 são os anúncios da "alma" e do "pedir uma cerveja". 3 é o da "mensagem na garrafa".

sexta-feira, agosto 17, 2007

Julinho Mazzei no JAZZMASTERS


NÃO PERCA NESTE SÁBADO

Ouvinte do Jazzmasters

Antes de mais nada, não perca a entrevista exclusiva de Julinho Mazzei em nosso site. Julinho é uma das lendas do rádio. Um cara que revolucionou a FM a partir da década de 80. E por falar em rádio, no programa deste sábado tem a nova do Prince. A nova do Kool & The Gang. Tem os clássicos Zapp e The Trammps. E um lado B incrível do Incognito.


1. Kem - Brotha man
2. Zapp - Be alright
3. Sleepy Brown - Get 2 it
4. Kool & The Gang - Steppin' into love
5. Macy Gray - What I gotta do
6. Ian Martin - Brother
7. Spanky Wilson & Quantic Soul Orchestra - Waiting for your touch
8. KC & The Sunshine Band - I'm a boggier man
9. Prince (feat Shelby J.) - Chelsea Rodgers
10. The Trammps - Soul Bones
11. Joss Stone - Tell me 'bout me
12. Incognito - Do right

Grande abraço e um ótimo fim de semana.
Paulo Mai e Sérgio Scarpelli

-------------------
Outros destaques do site
: O Museu da Motown, a compra do catálogo da Philadelphia Records pela Sony BMG e o set de Anderson Soares.

-------------------


Eldorado FM - 92,9 São Paulo-SP
Sábados, às 20h
De segunda à sexta - 2 edições diárias, 10h35/14h35

Transamérica Light FM - Curitiba-PR 95,1 - Estrela-RS 102,9 -
Rosário do Sul-RS 97.9
Sábado, às 21h

Litoral FM - 91,9 Santos e Litoral Sul
Sábado, 21h e Quinta, às 21h

Beira Mar FM - 102,7 São Sebastião - 101,5 Ubatuba
Domingos e quartas, às 20h

Calypso FM - 106,7 Fortaleza-CE
Todos os sábados, às 19h


CANSEI




MÍDIA FARÁ 1 MINUTO DE SILÊNCIO PELO BRASIL

Em 17 de agosto, dia em que se completam 30 dias do pior acidente da história da aviação nacional, o Brasil ficará em silêncio por um protesto solidário. A data anteriormente divulgada pelo Adnews, de 1º de agosto, foi, portanto, alterada. A iniciativa parte de um grupo de aproximadamente 40 pessoas, liderado por empresários, executivos de comunicação, publicitários, artistas, entre outros. Após algumas reuniões, decidiu-se que o "Movimento Cívico pelo Direito dos Brasileiros" acontecerá às 13 horas do dia citado e visa a ser um manifesto de indignação e solidariedade para sensibilizar a população. Segundo foi falado no encontro, não há foco de apelo político.
Por essa razão, a OAB/SP - Ordem dos Advogados do Brasil - será a única entidade a assinar a campanha.

A mídia terá papel fundamental no apoio de divulgação. A partir desta sexta-feira, 27, diversas emissoras de TV e rádio AM e FM começam a divulgar os filmes e spots a fim de convocar a população a se juntar ao ato. Jornais e revistas também veicularão anúncios em seus impressos, porém, com data ainda não estipulada. Já à Internet, caberá o papel de tornar o processo virulento, ou seja, utilizar blogs e sites para rápida disseminação e conseqüências do movimento. O Adnews também vai aderir ao ato com a paralisação das atividades por um minuto.

Na data prevista, um grupo se reunirá na Catedral da Sé, local símbolo de tantos outros movimentos sociais já realizados na história do País. O protesto silencioso deverá ter transmissão ao vivo e contar com personalidades, líderes religiosos, formadores de opinião e artistas.

Campanha

Embora sustente foco na homenagem às vítimas do acidente, o movimento é mais abrangente. Acima de tudo, a campanha publicitária "Cansei", convoca o cidadão a refletir sobre problemas em vários setores do país tais como violência, educação, caos aéreo, entre outros. A peça é encenada por brasileiros de tipos variados que se dizem cansados de conviver com os vários problemas e cultivar o sentimento de omissão diante disso. Ao final da campanha, uma locução recomenda aos que também se consideram cansados deste quadro a se juntarem ao ato e contribuir para silenciar o Brasil por um minuto.

Conheça o blog do movimento. - http://blog.cansei.com.br/

Artigo publicado no ADNEWS - www.adnews.com.br

quinta-feira, agosto 16, 2007

OS RUMOS DA MÍDIA!

O FUTURO DA PUBLICIDADE


Mídia vem do latim "MEDIA" que é a palavra determinada para significar o plural de meios.

Desde os tempos mais remotos o homem busca formas para se comunicar e propagar mensagens.

Pinturas rupestres nas paredes de cavernas, hieróglifos nas Pirâmides do Egito,a escrita em pedras como os 10 mandamentos recebidos por Moisés, sem falar nos antigos arautos, homens de voz potente que em lugares altos proclamavam as notícias de reinos e condados.

O homem tem uma extraordinária capacidade para descobrir novos meios de comunicação e expressão.

Veio a imprensa, o telégrafo e o telefone, depois o rádio e o cinema, em meados do século XX a televisão, depois os computadores, celulares, internet e etc.

Hoje somos abordados por uma gama tão variada de mídias que o próprio mercado de comunicação e publicidade com o passar do tempo se incumbe de ir limpando os rastros de saturação e poluição da comunicação.

Um forma natural de selecionar meios mais modernos e com tecnologia mais avançada.

Os profissionais da propaganda e do marketing de comunicação empresarial tem uma grande responsabilidade na efetivação e na seleção e aceitação de novos meios bem como na exclusão daqueles que não devem mais devem permanecer.

O profissional de mídia nos dias de hoje tem por obrigação estar atualizado e acompanhar os rumos tecnológicos dos meios de informação e buscar apresentar em seus projetos e planos os melhores caminhos para o cliente se comunicar com o mercado e não os mais rentáveis para agências e veículos como normalmente acontece.

No mundo inteiro o meio Rádio ainda é o mais popular, suas fronteiras são praticamentes inexistentes além do menor custo operacional.

Em seguida temos a televisão e os meios impressos e entre eles podemos incluir o Outdoor, forma genérica para nos referirmos à mídia exterior.

E hoje certamente a internet e os celulares multi-uso são os meios mais avançados e que crescem em produção e propagação numa velocidade avalaçadora.

Mas, como nos deparar com a seletividade em curso?

Quais os rumos que os meios tradicionais tomarão?

A mídia exterior aos poucos vai desaparecendo no seu formato tradicional, nas cidades com legislações contra a poluição visual este meio praticamente está extinto.

O jornal talvez seja o meio mais defasado pois por uma mera questão de produção e execução, ele está 24 horas atrasado em relação às informações que serão publicadas em suas edições.

A televisão busca atrair público não só apresentando modelos de aparelhos mais funcionais e modernos mas também se aprimorando e se mantendo atualizada na qualidade de informação.

Certamente a Internet e os celulares no formato smartphone são os meios que mais evoluriam nos últimos tempos, ganhando espaço mesmo nas camadas da sociedade com baixo poder aquisitivo.

Se fizermos uma avaliação rápida em torno de nossa própria vida iremos verificar que o número de leitores de mídia impressa cai vertiginosamente, que os ouvintes de rádio migraram rapidamente para os Ipods onde eles mesmos podem selecionar e qualificar aquilo que querem ouvir.

Nas residências a audiência dos telejornais é absolutamente decrescente pois a maioria já chega ao horário da programação com o conhecimento da informação que foi buscada na Internet durante o dia.

Estamos numa nova fase de seleção de meios, uma revolução cultural silenciosa e devemos estar cientes que não é a tecnologia embarcada que determina o rumo que determinada mídia irá tomar mas sim a rapidez, qualidade e quantidade do conteúdo da informação que fará esta seleção excluir meios obsoletos e aceitar meios mais produtivos.

Temos uma grande responsabilidade nas mãos, todos nós homens de comunicação, da propaganda e do marketing.

Avaliar corretamente a qualidade e eficiência do meio deve ser nosso caminho natural, devemos nos desprender do mercantilismo, dos vícios de mercado, das mesmisses dos planos de mídia.

Os meios de comunicação incluindo as mídias informativas e de entretenimento passam por esta revolução e nós fazemos parte deste processo.

Talvez em muito pouco tempo a mídia impressa tenha desparecido totalmente, o rádio tenha sido absorvido pelos Ipods e celulares multifuncionais, a televisão fatalmente se transformará num meio exclusivamente dedicado ao entretenimento e a Internet, será o grande agregador de mídias, pois nela e por ela passam todas as informações em formato de vídeo, áudio e escrita que nos alimentam dia após dia.

Recicle seus conceitos e evolua com o mercado!